sexta-feira, 15 de julho de 2011

BAIRRO AMIGO DO IDOSO SELECIONA 15 PROPOSTAS



A Subprefeitura Mooca realizou na tarde do último dia 17 de junho, na Universidade São Judas Tadeu, no bairro da Mooca, a 1º Conferência Regional para Implementação do Projeto Bairro Amigo do Idoso. A conferência se desenvolveu como um fórum de debate e contou com a participação de segmentos da sociedade civil organizada, com a finalidade de avaliar a situação da população com 60 anos de idade ou mais, além de apresentar propostas que colaborem para tornar a região mais amistosa a essa faixa etária, conforme orientação da Organização Mundial de Saúde em seu Guia Global: Cidade Amiga do Idoso.

A conferência começou com a palestrante Marília Viana Berzins falando que a população paulistana idosa já passa de um milhão de pessoas – 18% delas estão na área da Subprefeitura Mooca. Ela defende que as políticas públicas para o idoso sejam repensadas. “Os idosos não querem privilégios, querem simplesmente que sejam tratados com liberdade e respeito”, disse ela.

Após os debates nas cinco salas temáticas, cada delegado apresentou as propostas que foram definidas por cada sala. Foram selecionadas 15 propostas, que serão encaminhadas de forma individual para o órgão responsável pelo tema, que irá avaliar a viabilidade de implantação.


O grupo que teve como tema central Transporte, representado pela Delegada Neusa Formigoni, apresentou as seguintes propostas: Disponibilização de ônibus para passeios a parques, jardins, museus, teatros, entre outros, com implantação de parcerias público-privadas; Treinamento de motoristas e cobradores, com cursos para melhor atendimento aos idosos, onde seriam abordados temas como: parada nos pontos perto das guias, tratamento, exigência do cumprimento da ocupação dos bancos reservados aos idosos; Melhoria na acessibilidade aos transportes públicos, melhoria da sinalização e divulgação da existência do vagão do idoso no Metrô.


Já o grupo de discussão sobre Espaços Abertos, norteado pelo Delegado Roberto Carvalho, abordou as seguintes propostas: Melhoria da manutenção das praças e CDM's com a limpeza e manutenção dos equipamentos e com a presença de zeladores e segurança constante; Melhoria na iluminação das praças, teatros, igrejas e pontos de ônibus; Melhor fiscalização da Prefeitura para a retirada dos ambulantes, proibição de bicicletas e reparos dos desníveis nas calçadas.


O Delegado Wagner Wilson, representante do grupo sobre Comunicação, propôs o seguinte: Implantação de uma campanha nacional para aquisição de aparelhos auditivos via UBS's; Melhoria da comunicação entre os subdistritos com a formação de grupos de médicos aposentados voluntários; Postos policiais nas praças centrais com jornais, mapas das ruas, guia do comércio local e relação dos ônibus com o itinerário.


A Delegada Márcia Sakurata, responsável pelo tema Participação Social, apresentou as seguintes propostas para votação: Playground para idosos com instalação de aparelhos de ginástica, acompanhados de orientadores profissionais nas UBS's, praças e CDM's; Chá Cultural com a elaboração de cursos, vídeos, jogos, competições e palestras dentro dos CDM's; Circuito Cultural com a viabilização de visitas a museus, cinemas, teatros, passeios a outros bairros com a orientação de guias e monitores.


Para terminar a apresentação das propostas, a Delegada Terezinha Aparecida Saldanha Faria, do grupo sobre Apoio Comunitário: Fortalecimento dos locais já existentes de atendimento aos idosos e aumento no número de funcionários na Unidade Marina Crespi, com especialistas na área Geriátrica; Implantação da Unidade de Atendimento domiciliar para acamados, com a criação de estrutura em todas as unidades de saúde; Ampliação do Programa de Acompanhamento dos Idosos.


Eduardo Cedeño Martellotta

0 comentários: